O Que são Crenças Limitantes (e Como Resolvê-las)?

Postado por Denise em 9 de outubro de 2019

As crenças limitantes são uma espécie de desculpa para não fazer o que você realmente gostaria de fazer. Elas nos mantém na nossa zona de conforto e segurança. Isso pode limitar muito o seu desenvolvimento pessoal e conquista dos seus objetivos.

Uma coisa importante de perceber é que muitas vezes essas crenças limitantes são coisas da nossa cabeça que não condizem de fato com a realidade. Existem apenas porque você está dizendo a si mesmo que aquilo é uma realidade.

Mudando o pensamento, você pode mudar também.

Agora tente lembrar da última vez que você queria alguma coisa e não conseguiu. Muito possivelmente foi uma crença limitante que parou você.

Se você parar para pensar, perceberá que muitas dificuldades e frustrações da vida são derivadas das nossas crenças limitantes.

Por isso, se você quer atingir seus objetivos, livre-se das crenças limitantes que não fazem sentido. Libertando-se delas abrimos espaço para seguir adiante no caminho da vida.

Por quê temos crenças limitantes?

Existem diferentes fontes de crenças limitantes. Alguns exemplos:

Experiências
Vamos supor que você tenha criado um negócio que não deu certo. Talvez dessa experiência surja uma crença limitante dizendo que você não conseguirá criar um novo negócio que dê certo pois já tentou uma vez e deu errado.

Desculpa
Pode ser que no fundo você não queira realmente ir em frente. Então fica arrumando desculpas a si mesmo. Por exemplo, você pode dizer que não têm disciplina para fazer uma dieta e emagrecer. No fundo pode ser que você realmente não queira ficar longe do que gosta de comer.

Círculo social
Família, amigos, colegas e as pessoas que de forma geral fazem parte do seu dia a dia podem ser uma fonte de crenças limitantes para você.

Digamos que um colega seu relate uma experiência em que passou mal após comer sushi e que isso aconteceu pois é feito com carne crua.

Você pode desenvolver uma crença limitante de que comer sushi faz mal pra saúde impedindo você de desfrutar dessa culinária.

Sociedade
Padrões de beleza é um dos exemplos de coisas que podem se tornar uma crença limitante para as pessoas.

Uma jovem bonita pode achar criar uma crença de que nunca conseguirá um namorado pois não segue os padrões de beleza adotados pela sociedade.

A crença limitante não têm embasamento. É apenas uma crença errada. Livrar-se dela é algo benéfico. Diferente de fatos. Esses são reais e contra esses não há nada que se possa fazer. O segredo é saber diferenciar entre os dois.

A maior parte das coisas que você quer alcançar pode ser alcançada. Você só precisa sair da frente do seu próprio caminho.

Como descobrir suas crenças limitantes?

Para descobrir suas crenças limitantes pense sobre algo que você gostaria de fazer e não faz. Então procure a justificativa que você encontra para não fazer. Essa justificativa geralmente está no “porque” da frase.

Por exemplo, vamos dizer que você diga “Não posso conseguir um bom emprego porque não tenho curso superior.”; “Não posso tomar a iniciativa porque isso é o homem que deve fazer.”; “Não posso ter um negócio próprio porque a economia está ruim.”

Assim que você encontra uma justificativa para não fazer algo, você não irá fazê-lo.

Como superar crenças limitantes?

1) Identifique uma das suas crenças limitantes

Pense no que você gostaria de fazer e porquê não está fazendo. O que está impedindo?

Tome nota da sua crença limitante.

2) Reconheça que é apenas uma crença

Reconheça que a sua crença pode não passar de uma crença que não é verdade.

3) Conteste a sua própria crença.

Questione a sua crença levantando questões como estas:

• Essa crença realmente têm fundamento? Quais são os fatos que comprovam?
• Eu sempre pensei dessa forma? Se não, o que mudou?
• Existem evidências contrárias à minha crença?
• As outras pessoas concordam com essa crença?
• Como seria pensar exatamente no oposto dessa crença?
• Essa crença está me ajudando a progredir nos meus objetivos?
• Como eu pensaria sobre essa crença se eu fosse outra pessoa (Einstein, Steve Jobs, um empresário, um médico etc…)

Muitas dessas questões podem parecer estranhas, mas ajudam você a ampliar sua perspectiva sobre o assunto. Exercitam o pensamento “fora da caixa”.

Ao argumentar contra o seu próprio pensamento inicial muitas vezes você pode perceber que não é bem como você estava pensando levando você a mudar o paradigma para algo mais positivo e encorajador:

“Conheço o fulano de tal que têm um excelente emprego e não têm curso superior. Se ele pode também posso.”; “Tenho uma amiga que tomou a iniciativa no relacionamento e está namorando com o cara até hoje.”; “Têm muitas empresas que abrem negócios quando a economia está ruim e sucedem.”

Enfim, o mais importante é entender que as crenças limitantes fazem com que você viva abaixo do seu potencial, mas essas crenças podem ser mudadas. Reformatar o seu pensamento pode resultar em conquistas magníficas para sua vida.

Tags

Denise

Denise – já escreveu 1 posts em nosso blog.

Comentários

5da4dc621ba58